Onda de Choque - Uma Visão Apostólica



Uma visão apostólica é aquela que edifica sobre o firme, absoluto e incontestável fundamento de tudo o que se relaciona e/ou se define como igreja, ou seja, sobre Jesus. Promove edificação e crescimento com solidez, vinculando pessoas com laços de amor, caridade e humildade em torno das Boas Novas do Evangelho de Cristo e suas reais virtudes.

Onda de Choque é uma visão que provê a doutrina e a administração da Igreja com base na união dos 5 ministérios enumerados pelo Apóstolo Paulo aos Efésios, no capítulo 4 daquela carta, onde cada ministro, devidamente capacitado por Cristo, torna-se uma ferramenta interdependente dos demais, a fim de formar uma sistema completo de percepção, análise, motivação, ensino e operacionalidade da comunidade dos santos chamados, conduzindo-os em harmonia e consonância à Grande Comissão e ao Grande Mandamento, ambos ensinados, vividos e deixados por Jesus Cristo como legado à seus seguidores.

Estudando e meditando nesse formato de igreja, que passa a que visa o abandono mero discurso e adentra no campo das realizações, observamos que uma grande revolução doutrinária vem se estabelecendo dentre os crentes pelo mundo afora, geração após outra.
Visionários têm sido inspirados pessoalmente por Jesus a vislumbrar contextos totalmente diferentes daqueles que estão vivendo em seu tempo. Temos visto que nada é estabelecido na terra da parte de Deus sem que seja precedido por um longo processo de renovação de mente no meio da igreja.
É sabido que Martinho Lutero foi somente aquele que puxou o gatilho de uma arma teológica que vinha sendo construída por diversos homens de Deus que o precederam e que enxergaram além de seu tempo, tendo um relance profético daquela nova realidade religiosa.
Aliás, quem foram de fato esses homens?
Eles foram os reparadores de brechas de suas gerações, anônimos apaixonados pelo estabelecimento da justiça, da tolerância pacífica e do amor fraternal pertencentes a um Reino místico que estava perto de seus olhos sonhadores, mas longe de suas mãos soterradas num mundo real.

Creio que Onda de Choque possui hoje a mesma força de uma pequena pedra lançada sobre as águas de um calmo lago espelhado: pequena, mas capaz de produzir ondas que reverberam calmamente até suas margens, desenhando a amplitude do alcance da semente de um sonho plantado por Deus no coração de alguns jovens.

Simbolicamente, adotamos a figura de um punho cerrado, representando a mais perfeita ferramenta de luta humana. Cada um dos 5 dedos evocando os ministérios unidos e firmados entre si, formando uma arma de impacto que com seu soco promoverá uma Onda que espalhará em todas as direções um novo modelo de igreja adequado ao futuro próximo da humanidade.

É possível demarcar na história recente da Igreja na Terra alguns momentos que se tornaram fundamentais na construção desta Visão cuja revelação temos recebido do Espírito nos dias atuais.
Pelo menos dos últimos 100 anos pra cá, a começar pelo avivamento da Rua Azuza, temos sido profundamente influenciados por um mover carismático que significou a devolução dos dons do Espírito Santo a nós como Igreja. Após isso, observando as necessidades de um ensino das Escrituras mais eficiente, alguns movimentos de discipulado e pastoreamento foram estabelecidos segundo modelos mais próximos aos utilizados pela Igreja Primitiva e vieram as células. A adoração com as artes tem se estabelecido como uma excelente ferramenta profética, conduzindo a Igreja a uma atmosfera solene de adoração ao Pai. Por último, estamos presenciando o grande movimento espiritual da restauração do ministério contemporâneo dos apóstolos, que tem conduzido o povo de Deus a uma revelação muito profunda de Jesus e suas Palavras. Pessoalmente, creio que os apóstolos estão sendo reativadas por serem ferramentas fundamentais para o nosso testemunho diante do mundo, pois eles receberam diretamente da Cabeça da Igreja os trilhos que nos conduzirão ao fiel testemunho do Evangelho.
Vejo, neste breve extrato histórico dos últimos 100 anos uma profunda e progressiva revelação da Trindade, o que representa que a Divindade está-se permitindo ver de uma forma mais intensa, manifestando a completude de seu Ser ao mundo.

Por fim, acredito que, seguindo o costume da história dos homens, este movimento desencadeará uma nova ruptura, separando os visionários do sistema vigente que opera a Igreja Cristã. Um sistema tão profundamente enlaçado com o Egito que a torna parte uma integrante e indivisível dele.
Quero dizer com isso que muitas de todas as divisões que temos visto nas igrejas não têm produzido a necessária separação do sistema que, tal como um vírus de computador, tem infectado coletiva e individualmente as mentes dos cristãos, conformando-os gravemente ao modelo decaído das trevas.
Vivendo debaixo do mesmo manto com tão profunda ligação, somente uma quebra de proporções radicais, acompanhada de uma longa e purgante jornada no “útero de Deus”, o Deserto, poderá desintoxicar e desatar pessoas para a vivência dessa nova realidade de vida eclesiástica.

Alguns já têm optado por esta jornada ao desconhecido, quase sempre tida como maldita e herética pelas denominações oficializadas e batizadas nas águas do Faraó. Muitos outros ainda virão!
Neste caminho incerto e de sofrimento solitário, Onda de Choque vem profetizar um tempo novo que está sendo inaugurado pelo Espírito Santo no mais profundo terreno do ser humano, seu coração.
Cremos na veracidade deste testemunho e proclamamos que um despertar grandioso dos ministérios, seguido de um profundo quebrantamento conduzirá a Igreja em uma aliança de unidade a uma nova dimensão de manifestação do Reino de Deus na Terra.




Pastor Rafa Reparador
Onda de Choque

2 comentários:

Filhos disse...

Bom meu Pastor, muito bom, então eu faço parte deswta ondad tbm...

daniel disse...

Meu Deus! Eu creio plenamente nisso e a minha igreja está começando a viver isso, verdadeiramente muitos não entendem, mas esse é o futuro da igreja, quem não for apostólico, dificilmente conseguirá enfrentar os problemas e dificuldades, tanto dentro quanto fora da igreja. Esse é o tempo da restauração da igreja apostólica!